Veículo autônomo da Drive.ai lida com as ruas em noite chuvosa

0
137

Em vídeo recém-divulgado na Internet, a startup Drive.ai mostra o seu veículo de teste percorrendo as ruas de Mountain View.  E este foi o primeiro vídeo público de teste da empresa. Outras empresas já divulgaram vídeos similares, incluindo a Cruise, de propriedade da GM, e a Tesla. Mas a demonstração da Drive.ai é especialmente interessante porque o seu carro circula a noite, debaixo de chuva.

O clima inóspito e a direção noturna são condições particularmente desafiadoras para os sistemas de direção autônoma. A redução da visibilidade e o ruído provocado pela chuva prejudicam o desempenho dos sensores instalados nos veículos. As ruas e estradas também são afetadas pela presença de água, o que, embora muitos não saibam, requer mudanças no modo de condução.

Durante o teste, o carro também forneceu respostas adequadas para outras condições desafiadoras que podem ocorrer durante um dado trajeto: presença de cruzamentos perigosos, veículos realizando ultrapassagens inesperadas e sinais de trânsito que se encontram desligados.

O sistema de direção autônoma da Drive.ai emprega redes de aprendizagem profunda e redes neurais. A empresa pretende adotar essas tecnologias não apenas para identificar e detectar objetos, mas também para a tomada de decisões e para a comunicação do veículo autônomo com passageiros e outros motoristas, assuntos que também precisam ser considerados e tratados, além da condução em si.

A Drive.ai é uma das poucas startups da Califórnia com permissão para realizar testes com veículos autônomos. Em declaração fornecida para a imprensa, o CEO da Drive.ai, Sameep Tandon, lembrou que qualquer tecnologia de direção autônoma bem-sucedida terá de lidar com incontáveis situações imprevisíveis e um leque amplo de situações que poucas empresas, atualmente, são capazes de tratar. Segundo ele, a tecnologia única de aprendizagem profunda da Drive.ai processa informações e toma decisões de modo parecido com o cérebro humano. Por esse motivo, está apta a lidar com todos os tipos de ambientes desafiadores.

Vale lembrar que, no final de 2016 a Tesla mostrou um vídeo em que seu protótipo de veículo autônomo percorre um bairro da cidade com tráfego agitado e vários cruzamentos. O vídeo fornece uma visão da viagem desde a perspectiva do motorista, mostrando que o humano atrás do volante (que está lá apenas por questões legais de conformidade) não toca uma única vez nos pedais de freio e aceleração. O vídeo também traz visões separadas do que as câmeras ópticas Tesla estão vendo durante o percurso, incluindo sobreposições coloridas que mostram os objetos e marcadores de faixa detectados pelo computador de bordo.

Na ocasião, a visão em ação da versão totalmente autônoma do protótipo da Tesla impressionou os internautas e aumentou a confiança de que a empresa seria capaz de cumprir o objetivo do seu fundador e CEO, Elon Musk, de fazer um teste de cross-country ainda em 2017, mais para o final do ano.

Ver também:

Carros autônomos: Ford acerta em cheio ao apostar na atração e retenção de talentos

Apertem os cintos, o piloto sumiu

Quem chegará primeiro, façam as suas apostas

 

- Publicidade -
Innovation Hunter

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.